Categoria "Coisas da vida"

Nada é tão nosso quanto os nossos sonhos

Em 17.02.2016   Arquivado em Coisas da vida, Londres, Paris, Viagens

Essa frase que está no título conheci através da Bianca Andrade e nunca fez tanto sentido para mim como agora. Sei lá…dá pra acreditar que a exatamente 21 dias atrás estava embarcando com meu namorado para a primeira grande viagem de nossas vidas? Puxa, como o tempo passa rápido! É óbvio que já viajamos diversas vezes e todas as vezes foram incríveis, mas atravessar o oceano e presenciar toda uma cultura nova (com uma lingua nova), não tem comparação. Arrisco dizer que dinheiro nenhum paga o que vivemos nesses nove dias. E como já imaginei que aconteceria, estou completamente apaixonada por viajar.

Para mim o gostinho de viajar foi mais especial ainda (aliás, para o meu namorado amado também). Nós nunca ganhamos nada de mão beijada, tudo o que temos foi fruto da luta de nossas famílias e, posteriormente, da nossa luta. Nunca fomos ricos, tudo o que temos e conquistamos é fruto unicamente do nosso trabalho, então realizar uma viagem dessas não era apenas uma felicidade nossa, mas sim de toda a nossa família. Nós voltamos da viagem encantados, apaixonados, com milhares de planos e um brilho nos olhos, uma vontade de querer viver essa sensação eternamente.

Conhecer Paris, Normandia (região noroeste da França) e Londres (siiim, fomos para Londres! Mas era surpresa e não contamos para ninguém, hahaha) foi uma primeira experiência incrível se tratando de uma viagem internacional. Só quando viajamos a gente percebe o quanto não sabemos nada sobre o mundo, como existem culturas diferentes das que conhecemos. Como pode existir tanta mudança de costumes não só internacionalmente, mas sim de cidade para cidade (São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina…)? Viajar é o único modo de enxergar o mundo “fora da caixinha”, de não ler apenas em livros, de viver algo real e palpável.

Enquanto eu via a queima de fogos no show de encerramento da Disneyland Paris e também no último dia que visitamos a Torre Eiffel eu desejei uma coisa e afirmei outra: desejei que todos do mundo pudessem ter a chance de viver o que vivemos e afirmei que em breve voltarei para a cidade luz. Curiosamente assim que chegamos no Brasil, tipo no dia seguinte mesmo, já estávamos pesquisando outros destinos e preços para viver a sensação incrível de novo. Engraçado que agora os planos se bagunçaram, estou com vontade de conhecer lugares que antes nem sonhava (Fiz até um post no ano passado falando sobre os destinos que queria conhecer). Dois deles realizei :) , mas a maioria mudou! A única vontade que prevaleceu é ir para as terras do tio Sam e conhecer Las Vegas, e ai aproveitar e ir para Los Angeles, ir na Disneyland, Universal e museus de lá…poderia até passar por Memphis (ai, Elvis!) e poxa! Quantos destinos e coisas bacanas pra fazer! Apesar disso tem a minha querida e amada europa, com lugares como Portugal e suas cidades maravilhosas, Alemanha, Holanda… ai meu coração!

Por enquanto ficamos apenas nos planos das viagens e preparativos do visto americano e outros documentos (conto em breve no blog), porém já deixo avisado que vloguei muita coisa da nossa #eurotrip pra vocês :) , mas como avisei em alguns posts atrás vou fazer um novo canal no Youtube para o blog, então os vídeos sairão apenas quando já estiver tudo ok, combinado? Consequentemente as fotos e dicas da viagem demorarão um pouco para entrar no ar, mas prometo não demorar muito. A única coisa que peço é a paciência de vocês (mais uma vez, :( ) pois este será meu último semestre na faculdade e a banca do TCC vem ai. O bom é que depois que tudo passar terei milhares de posts e conteúdo para vocês, não é?

E para fechar o post eu compartilho um pensamento: Caramba, como é bom realizar um sonho! Como eu fico feliz em ver as pessoas realizando seus sonhos! Às vezes a gente acha que o que queremos nunca vai acontecer, mas com fé em Deus, muita disciplina, organização e objetivos traçados dá sim para correr atrás de qualquer coisa. O céu é o limite para quem sonha. Seja lá qual for seu sonho, corra atrás dele.

Paris

Bonjour et au revoir, Gabi.

Facebook: Cor de rosa no facebook
Instagram: @gabirgouveia
Twitter: @blogcorderosa
Youtube: Gabriela Gouveia – para se inscrever é só clicar no simpático botão vermelho abaixo :)


O dia em que descobri que não amo São Paulo

Em 19.01.2016   Arquivado em Coisas da vida, Desabafos, São Paulo

Oiii meus amores, tudo bem? O primeiro post de 2016 no blog será bem especial para mim: é sobre a cidade onde moro e alguns pensamentos que poucas pessoas sabem que tenho sobre ela.

Aniversário de São Paulo

São Paulo – a terra da garoa – completará na segunda 462 anos. Eu que nasci, cresci e moro aqui até hoje, sempre me orgulhei em dizer que amo esta cidade. Aqui você encontra de tudo um pouco em todos os sentidos, desde arquitetura, diversão, lojas, comidas típicas do mundo todo, pessoas… nossa! São incontáveis coisas. Ao falar desta cidade em que fui e sou criada meus olhos sempre brilharam, sempre a defendi com unhas e dentes de tudo e todos que falassem ou criticassem alguma coisa nela… até o dia em que tudo começou a mudar.

Acho que era um dia comum, onde eu estava assistindo um filme com o meu namorado. O filme se chamava Gran Torino, com atuação e direção do incrível Clint Eastwood. No filme um detalhe me chamou a atenção e me fez lembrar de outras dezenas de filmes americanos que já assisti na vida: eles são muito patriotas, sempre com uma bandeira dos Estados Unidos hasteada na entrada de casa. Eu não sei vocês, mas eu acho isso incrível! É como se os americanos falassem que nada é maior do que o amor deles pela pátria – coisa que também falta em nosso país. É triste saber que as nossas crianças crescem sem nem ao menos saber a letra do hino nacional.

Não, não pensem que estou aqui para fazer aquela coisa clichê que todos fazem de “comparar” outros países com o Brasil e menosprezar o lugar onde eu e milhares de pessoas moram. Muito pelo contrário. Na verdade ao assistir a este filme foi que me dei conta de que eu simplesmente não conheço São Paulo. Perceber isso foi como levar um soco na cara (eu nunca levei um soco *graças a Deus*, mas acho que a sensação deve ser a mesma). Eu fui criada junto com meu irmão, onde brincávamos juntos ou com os meus primos, mas sempre dentro da casa dos meus avós. Os shoppings centers de São Paulo foram a minha segunda casa a vida inteira, pois eram mais seguros. A arquitetura, cultura e lugares daqui? Posso contar para vocês agora o que conheço: Theatro Municipal, Mercadão, 25 de Março e algumas ruas ao seu redor, Páteo do colégio e acho que de arquitetura só. Sobre os museus conheço apenas o MIS. Já fui ao Zoológico e também Simba Safari (e não pretendo voltar nunca mais em nenhum dos dois). Dei uma volta na Avenida Paulista apenas 4 vezes na vida. Sobre os parques? Conheço apenas uma parte do Villa Lobos e Ibirapuera, onde as poucas vezes que fui pude ir ao planetário (que infelizmente está fechado sei lá desde quando). Não gosto de balada e não troco uma boa noite de sono por nada #velha. Trabalho e estudo a semana inteira, e aos finais de semana quero apenas ficar em casa e descansar. Para amar alguém nós precisamos conhecer a pessoa antes, não é? Esse pensamento então se aplica também a São Paulo. Como posso amar algo que não conheço?

Na verdade eu tenho medo de explorar a minha cidade. Medo das pessoas, medo de ser assaltada, medo até de morrer (sejamos realistas, os noticiários nos mostram isso diariamente). Nunca tirei uma foto ou cheguei perto do Obelisco do Ibirapuera e nem do Monumento aos Bandeirantes. Nunca fui ao MASP, Liberdade, Museu do Ipiranga e acho que talvez tenha entrado uma vez na Estação da Luz, mas era muito pequena e não me lembro de nada. Eu sei que você que está lendo pode achar besteira minha, mas não me sinto à vontade. Sei também que nas outras cidades e países a violência também existe, mas posso escrever isso pois vivo aqui, e como conheço poucas cidades e estados do Brasil meu parâmetro de comparação acaba sendo bem baixo.

Eu não perdi a fé no meu país, o nosso Brasil. Nós somos um país rico, mas que infelizmente é judiado diariamente por corrupção, ladrões, violência, tanta inversão de valores e falta de cultura. Na verdade, acho que é isso que falta hoje em dia por aqui: uma boa dose de cultura. Eu faço a minha parte, não reclamo e não falo mal de onde vivo, enquanto existe vida a esperança também vai existir. Momentos de revolta e tristeza existem sim, mas quando você ama alguém não tem vontade de cuidar? É assim que me sinto em relação ao nosso país. Eu não mudei, a única coisa que mudou foi finalmente descobrir que, para amar realmente minha cidade, preciso conhece-la para tirar minhas próprias conclusões através das experiências :) . Não prometo que farei as minhas explorações rápido, pois como falei tenho muito medo. Mas de pouquinho em pouquinho (e de preferência acompanhada pela família, namorado e amigos), tentarei me apaixonar de novo por São Paulo.

Este post foi bem difícil de escrever, pois é bem complicado tentar explicar um fato que nem eu mesma sei muito bem como justificar, mas no final acho que consegui passar a ideia principal :) . Meu sonho é ver este país se desenvolver cada dia mais, que os nossos governantes (que não governam nada, pra dizer a verdade) façam algo por nós, façam algo para resgatar esses amores que de pouco em pouco nos foram roubados. A cidade dos sonhos que a muito tempo parece mais um pesadelo :( .

Você que mora em São Paulo, passa pela mesma coisa que eu? E vocês que moram em outras cidades, estados e países, já sentiram isso alguma vez na vida?

Beijos, Gabi.

Facebook: Cor de rosa no facebook
Instagram: @gabirgouveia
Twitter: @blogcorderosa
Youtube: Gabriela Gouveia – para se inscrever é só clicar no simpático botão vermelho abaixo :)


FRANÇA, AI VOU EU! Sonhos e desabafos…

Em 22.11.2015   Arquivado em Amor, Coisas da vida, Viagens

Paris

Oiii amores, tudo bem? Quem acompanha o blog e leu o post quando os sonhos se tornam realidade com certeza ficou curioso para saber sobre o que eu estava falando, e hoje venho compartilhar mais esta realização com vocês: em exatamente dois meses eu e meu namorado estaremos embarcando para a França :) !!!!

É sério…vocês tem noção do que isto significa para mim? É como se este sonho todo não fosse comigo, sabe? Sempre sonhei em conhecer tantos lugares pelo mundo, mas sempre achei que era algo tão distante, principalmente porque eu nunca entrei em um avião na vida, então sei lá… é meio que uma mistura de sensações, quase como um liquidificador que faz um mix de tudo.

Quem me conhece bem sabe que sempre fui muito controlada com as minhas economias, sendo várias vezes até pão dura. Desde a época da escola para comprar balas eu juntava as moedinhas aqui de casa e nunca pedia dinheiro para os meus pais, então desde cedo tenho essa mania de economizar. Quando comecei a trabalhar foi a mesma coisa, sempre juntando um pouquinho com um único intuito: comprar a minha casa. Por sorte eu e meu namorado temos os mesmos princípios e dia após dia economizamos e sonhamos com nosso futuro que se Deus quiser está cada dia mais próximo. O legal é que tudo o que temos a gente conquistou com o nosso trabalho, dedicação e suor… faço questão de ser assim mesmo, pois desta forma damos mais valor as coisas.

A vontade de viajar não é de hoje. Tenho uma lista de lugares que quero conhecer e por enquanto não tenho vontade de conhecer nada no Brasil (os preços e violência me desanimam), então sempre acabo pesquisando lugares em outros paises. No ano passado quase fechei um pacote para conhecer a Disney de Orlando, mas ai parei e analisei minhas economias, e ao fazer isso eu vi que até daria para pagar, mas ficaria super apertada e ainda por cima viajaria sozinha, então acabei deixando a ideia congelada por algum tempo hahaha. Não tem jeito, o segredo para conseguir conquistar os nossos objetivos é ter foco e saber os nossos limites.

O tempo foi passando e coloquei na minha cabeça que como presente de formatura da faculdade eu viajaria para algum destino do top 5 viagens internacionais que postei aqui no blog no começo do ano… o plano era passar 2016 juntando grana e viajar em 2017, já que como falei para vocês eu sou muito sensata e antes de fazer algo penso mil vezes antes. Foi ai que meu namorado me fez pensar em algo que mudou tudo o que eu tinha em mente. Ele falou para que pelo menos uma vez na vida eu deixasse a razão de lado e fizesse algo sem pensar muito, tipo me jogar pra valer. E foi o que eu fiz: na semana seguinte as passagens estavam compradas.

O destino que escolhemos foi super fácil e tem todos os motivos possíveis para ter sido escolhido. Ficaremos em Paris, a cidade luz e que continua sendo uma das minhas maiores paixões mesmo com todos esses ataques terrorístas. Serão 9 dias de viagem, onde conheceremos cidades incríveis como Bayeux, Omaha Beach, Aulnay-sous-Bois e é claro a Disneyland Paris em Marne-la-Vallée (ai meu Jesuisinhoooo <3 ) ... queriamos ir para Giverny conhecer os Jardins de Monet, mas pelo que li na internet os jardins não são abertos a visitação no inverno :( . Ah, e por falar em inverno...torçam para que a gente consiga ver a neve #sonho. Enfim, faremos realmente um tour para conseguir respirar e viver tanta história e cultura, fazendo tudo com calma para aproveitar o máximo possivel esse sonho :) .

Sabe amores, é muito bom ver o tanto de pessoas nos apoiando neste grande sonho. Apesar de estar tão feliz ainda existem pessoas que não se sentem confortáveis e até fazem brincadeiras e falam: nossa que ricos, vão para Paris. Juro que tenho vontade de iniciar um bate boca daqueles todas as vezes que tenho que ouvir isso…só Deus sabe o tanto que batalhamos dia após dia para que mais este sonho seja realizado. Eu não vou a salão de cabeleireiros, não saio para baladas e barzinhos (aliás, sequer saio para jantar), não frequento academia, não gasto com roupas e makes (a maioria que mostro aqui no blog eu ganho), enfim… sei o que ganho e para onde meu dinheiro vai. Sabe aquele ditado: quem quer, consegue? Então, é com o nosso dinheiro e batalha que vamos realizar este sonho, e torço para que TODAS as pessoas do mundo consigam realizar seus sonhos também, ao invés de julgar e criticar os outros.

Conhecer um pouquinho da França será algo incrível e uma experiência para a vida! Sei que este será só o começo, e ao ver que tudo isto é possível até já começamos a falar do nosso próximo destino, sabe? Sou ansiosa demais, hahaha… só precisamos do visto americano para embarcar para mais esta aventura #spoiler. Enquanto isto eu continuo aqui, vivendo, sonhando, trabalhando e conquistando meus objetivos dia após dia, e espero que vocês estejam aqui sempre para que eu possa compartilhar tudo com vocês.

Vocês topam embarcar comigo nesta aventura?

Obrigada por todo apoio sempre <3
Gabi

Facebook: Cor de rosa no facebook
Instagram: @gabirgouveia
Twitter: @blogcorderosa
Youtube: Gabriela Gouveia – para se inscrever é só clicar no simpático botão vermelho abaixo :)


Página 1 de 812345678